Mais 112 testes positivos de Covid e três mortes confirmadas em Itaúna

Por Publicado em:01/06/2021 | Atualizado em:29/11/-0001 108

Meses de abril e maio registram mais da metade das mortes de toda a pandemia em Itaúna: 106 de 210!

O Boletim da Prefeitura sobre o acompanhamento de dados da pandemia em Itaúna desta terça-feira, primeiro de junho, mostra que mais 112 pessoas, sendo 63 do sexo masculino e 49 do sexo feminino testaram positivo para a Covid.

Com esses chega a 9.844 o total de casos de contágio já registrados na cidade. Hoje, 643 pessoas estão ativas para a doença, isto é, estão com o vírus e devem manter isolamento/tratamento para não transmitir a doença para outras pessoas.

Mais três óbitos foram confirmados hoje, ampliando para 210 vítimas da Covid. Assim, o mês de maio fechou com 50 óbitos, seis a menos do que abril. Somente nestes dois meses ocorreram 106 das 210 mortes por Covid já registradas em Itaúna.

Ontem o quadro de informações da Prefeitura estava com um erro nos números, pois informava 209 vítimas e na verdade eram 207. Não houve correção, nem informação oficial sobre o equívoco.

                                                                                                        

No Hospital, conforme o boletim divulgado hoje são 66 os pacientes que estão na Ala Covid, após dois óbitos e duas altas médicas, o que mantém o local lotado, como vem acontecendo nos últimos dias. Dentre estes existem uma criança com menos de 10 anos e um menor de 19 anos.  25 pacientes (dentre os 66) têm idade acima de 61 anos.

No CTI estão 19 pacientes, 18 deles moradores de Itaúna e um residente em outro município. Na Enfermaria estão 47 pacientes, 40 moradores de Itaúna e 7 de outras cidades.

Duas altas médicas para moradores de Itaúna foram concedidas e dois óbitos de itaunenses registrados.

Conforme divulgado  mais cedo pela FOLHA, o Hospital distribuiu informação à imprensa explicando que não existem mais pontos de oxigênio, leitos vagos nem espaço físico para atendimento de pacientes com Covid.

O prefeito publicou nova Portaria determinando rodízio no atendimento dos supermercados, proibição de todos os eventos públicos e particulares (incluindo cultos e missas), a prática de esportes e a venda de bebidas para consumo no local, em bares, restaurantes e lanchonetes, além do limite de funcionamento até 22h30, dos estabelecimentos comerciais, exceto os necessários, nas áreas de saúde, segurança e abastecimento.

Compartilhe esta notícia