COVID - Casos aumentam e média diária sobe a dois dígitos

Por Publicado em:15/06/2022 | Atualizado em:29/11/-0001 45

Com a chegada do frio, segundo alguns profissionais da saúde, inclusive o secretário de Estado, Fábio Baccheretti, que é médico, a tendência seria o aumento de casos de contágio de Covid-19. E em Itaúna esta situação está acontecendo, já que na última semana foram registrados nada menos do que 168 contágios, elevando a média móvel de casos a 24 por dia, o que indica crescimento do contágio. E esta semana não começou diferente, com 33 contágios registrados no primeiro boletim, publicado no dia 13, segunda-feira. Em Belo Horizonte e em outros municípios as autoridades de saúde têm divulgado medidas no sentido de reduzir os índices, como a volta da obrigatoriedade do uso de máscaras em alguns locais. Em Itaúna a medida tem sido apenas o incentivo à vacinação, em postagens nas redes sociais.

Por outro lado, a indicação é de que o clima frio ajuda, sim, no aumento de contágios, mas o principal fator está na relação percentual de não vacinados. Quanto mais pessoas não se vacinarem, seja com a primeira dose ou com as doses de reforço, mais probabilidade de novos casos surgirem, conforme essas fontes. “As pessoas que se vacinaram há mais tempo voltam a correr riscos, pois o vírus continua circulando e a segurança da vacina não é eterna”, afirma um dos médicos consultados que pediu para permanecer sem identificação por motivos óbvios. Porém reforça a necessidade de mais pessoas usando máscaras, principalmente as pessoas dentro dos grupos de maior risco, como idosos e pessoas que apresentam algum sintoma gripal.
Em relação à necessidade de vacinar, segundo estas observações, a teimosia de algumas pessoas em desacreditar a vacina acaba por colocar em risco o total da população. A pessoa que não se vacina mantém o vírus em circulação e, com isso, a possibilidade de surgimento de novas ondas vai além do fato de o frio ampliar o contágio por moléstias respiratórias. Assim, o caminho é vacinar e vacinar e, na dúvida manter o uso das máscaras, pois isto, com certeza, diminui o espaço de circulação do vírus.

Compartilhe esta notícia