Inédito - Belgo Bekaert inaugura o Espaço Inovação

Por Publicado em:22/10/2021 | Atualizado em:29/11/-0001 369
Inédito - Belgo Bekaert inaugura o Espaço Inovação Foto: Divulgação/Belgo Bekaert

Foi inaugurado na quarta-feira, 20, pela Belgo Bekaert, na sua unidade do município de Contagem, o Espaço Inovação, “ambiente em modelo pioneiro no país, elaborado para integrar os empregados ao ecossistema da inovação, em busca do desenvolvimento de projetos disruptivos que tragam soluções tanto para a empresa quanto para o mercado”, conforme a assessoria da empresa. O espaço, dividido em módulos, deixará à disposição dos 1.600 empregados da unidade uma galeria multimídia, espaço para eventos, processos de ideação e design thinking, ambiente para incubação de grandes projetos e salas para mentorias, capacitações e treinamentos. Além disso, um makerspace, ambiente colaborativo aberto para aos empregados, com ferramentas fundamentais para a criação de protótipos, será inaugurado até o final do ano. No Espaço Inovação, também serão realizadas as apresentações dos projetos idealizados pelo público interno, hubs, universidades e startups para apoiadores e investidores internos.

“É a primeira vez que uma indústria no Brasil traz um projeto com estas características para o ambiente da operação. No mercado é mais comum observarmos a disponibilização de coworkings, que nem sempre facilitam a participação das equipes operacionais. Mas aqui pretendemos oferecer acessibilidade e inclusão ampla de todos os empregados ao universo da inovação para estimular o intraempreendedorismo”, afirmou o diretor de Inovação, Marketing e Negócios da empresa, Roberto Milhomem. Para a construção do Espaço Inovação, a Belgo Bekaert contou com projeto arquitetônico sustentável, com módulos separados por containers reutilizados e conectados a uma usina de energia solar fotovoltaica própria, para garantir a produção de energia elétrica necessária ao consumo do local. Outra característica é a conectividade, com a disponibilização de acesso à internet por meio de wi-fi, rede de computadores e tablets. O projeto contou com investimentos iniciais de R$ 2 milhões.

Compartilhe esta notícia