TRANSPORTE COLETIVO - Aumento não foi suficiente para a Viasul (Autotrans)

Por Publicado em:04/10/2019 | Atualizado em:29/11/-0001 341

Diretor da empresa protocolou ofícios na Prefeitura e Câmara tratando do assunto

Na Câmara de Itaúna a vereadora Márcia Cristina protocolou na semana passada pedido de instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI para apurar o aumento da passagem do transporte coletivo de Itaúna, que passou de R$ 3,75 para R$ 4. Nesta semana o diretor da empresa Viasul Transportes Coletivos (nova denominação da Autotrans), Rubens Lessa, esteve na cidade e protocolou ofícios na Câmara e na Prefeitura, tratando do assunto.

Na Prefeitura o empresário protocolou pedido de cópia do processo administrativo de número 11.859, de 5/7/019, que tratou do aumento. O pedido é de cópias a partir da página 226, incluindo parecer do qual originou o decreto número 6.988, do dia 19/9,2019, que originou o aumento. Na Câmara, o ofício assinado por Rubens Lessa informa que “inicialmente, informamos que o reajuste é contratual, consoante cláusulas 11ª e 12ª” do contrato de concessão.

Em seguida, afirma que “o último reajuste tarifário (...) não foi suficiente a recompor o equilíbrio econômico financeiro do contrato”. E deixa o entendimento de que a empresa deve pedir que o realinhamento seja feito para a “recomposição do equilíbrio financeiro” desejado, já que pediu cópia o processo na Prefeitura.

Otacília não assinou CPI

Na edição passada a FOLHA publicou informação de que a vereadora Márcia Cristina havia protocolado novo pedido de CPI, às 16h45 de sexta-feira, com 9 assinaturas. No final de semana a vereadora Márcia entrou em contato com a reportagem e informou que, na verdade, Otacília Barbosa não havia assinado e que, portanto, não constava como proponente da CPI. Assim, 8 edis assinaram o pedido: Márcia Cristina (proponente) e mais Antônio de Miranda (Toinzinho), Alex Artur (Lequinho), Joel Arruda, Anselmo Fabiano, Iago Pranchana, Antônio José “Da Lua” e Márcio Gonçalves (Hakuna).

Compartilhe esta notícia