SAÚDE - SAMU registra mais de 14 atendimentos/dia em 2019

Por Publicado em:10/01/2020 | Atualizado em:10/01/2020 138

Quase metade dos casos envolvem pessoas com idade de 60 anos ou mais

A assessoria de comunicação do CIS-URG Oeste, gestora do Samu na região, divulgou balanço do trabalho realizado pelo serviço em 2019, que aponta a média de mais de 14 atendimentos realizados por dia, em Itaúna. Foram 725 atendimentos a mais do que no ano de 2018, em um total de 5.251 casos registrados em 2019. Destes, 2.084 casos envolveram pessoas com idade de 60 anos ou mais. O menor índice ficou com as crianças de 2 a 9 anos, com apenas 77 atendimentos.

As “causas clínicas” foram a maioria, com 3.832 registros, seguido das “causas traumáticas”, que registraram o total de 1003 registros durante o ano. O menor número foi registrado com os casos de pediatria, com apenas 70 registros. Na questão da idade dos atendidos, abaixo das pessoas com idade entre 60 anos ou mais, estão as pessoas na faixa etária imediatamente anterior, que vai dos 41 aos 60 anos. Os atendimentos ficaram quase parelhos quando a separação ocorre por questão de sexo: 2.649 atendimentos para o sexo masculino e 2.603 para o sexo feminino.

Com esses números, pode ser apurado que a maioria dos atendimentos feitos pelo SAMU são para pessoas com idade acima de 60 anos acometidas de problemas de saúde como enfarte e outras complicações clínicas, seguido pelos casos de traumas (fraturas). Na classificação de atendimento na unidade médica, seguindo as regras do Protocolo de Manchester, a maioria dos casos recebe a classificação “amarela” (urgente), com 4.189 casos assim classificados em 2019.

Comparando a 2018

Em relação aos números de 2018 o destaque está no aumento dos atendimentos em 16%: em 2018, foram 4.526 atendimentos e em 2019, 5.251. Também o aumento nos casos de atendimento a pessoas com mais de 60 anos pode ser destacado. Se em 2018 foram 1.658, em 2019 passaram para 2.084.

Última modificação em Sexta, 10 Janeiro 2020 16:48

Compartilhe esta notícia