CAMPANHA DE VACINAÇÃO - Secretário de Saúde explica situação e pede apoio da comunidade

Por Publicado em:23/03/2020 | Atualizado em:29/11/-0001 321

 

 

Começou nesta segunda-feira, a Campanha de Vacinação Contra a Gripe em todo o País e em Itaúna como em vários municípios brasileiros, aconteceram alguns problemas que o secretário municipal de Saúde, Fernando Meira, explicou à reportagem e, mais uma vez, pediu apoio das pessoas para que tudo transcorra da melhor maneira possível. A fala do secretário é no sentido de dirimir dúvidas em relação a alguns vídeos que circulam nas redes sociais e até mesmo noticiário da imprensa, o que acaba por criar mais problemas e prejudicar a toda a população, especialmente as pessoas que necessitam receber a vacina nesta primeira fase.

 

Não vai faltar vacina

Fernando Meira disse à FOLHA que vai ter vacina para todos os públicos-alvo da campanha, mas que é preciso entender e respeitar cada fase e que as pessoas estejam atentas aos dias em que acontecerão a vacinação para cada um destes públicos. Explicou ainda que para o caso de Itaúna chegaram, inicialmente, 3 mil doses. Serão atendidos nesta primeira fase, entre 9,5 mil e 10 mil pessoas, então apenas parte do público-alvo já foi atendido. As demais doses serão enviadas à cidade: “na quarta, ou quinta-feira chegam mais vacinas. O problema que ocorreu é que foi muita gente aos postos, nesta primeira data. Mas a campanha nesta primeira fase vai até o dia 15 de Abril, portanto, há tempo para atender a todo mundo”. 

As fases e os públicos-alvo são os seguintes:

- Primeira fase, de hoje, 23 de março, até o dia 15 de Abril. Público-alvo: idosos, com 60 anos ou mais e profissionais da área da saúde.

- Segunda fase, de 16 de Abril a até dia 8 de Maio. Público-alvo: professores de escolas públicas e privadas e profissionais das forças de segurança (bombeiros militares, policiais civis e militares e das Forças Armadas).

- Terceira fase, início em 9 de Maio. Público-alvo: crianças com idade entre 6 meses e até 6 anos; gestantes, puérperas (mães que deram à luz em até 45 dias), e adultos em idade de 55 a 59 anos. 

Propostas para evitar filas

Essa situação de formação de filas depende muito da consciência de cada um. Quando for buscar a vacina e ver que tem mais pessoas aguardando, volte em outra oportunidade, antes de formar fila, ou aguarde um pouco, à distância. Cada fase vai durar pelo menos 15 dias, então há como distribuir os atendimentos dentro desse prazo, sem formação de filas. Porém, o secretário de Saúde disse que já estão sendo organizadas algumas maneiras de dificultar a formação de filas:

“Estamos elaborando um posto de vacinação tipo “drive thru”, para que a pessoa seja vacinada sem precisar descer do carro (ela vai receber a dose, dentro do veículo, apenas colocando o braço à disposição do aplicador)”. Com essa medida, mesmo que os veículos formem filas, as pessoas estarão a uma distância considerável uma da outra. Outras medidas, como uma possível ampliação dos postos de vacinação estão sendo estudadas e serão comunicadas à população, conforme o secretário.

“O importante é que cada um faça a sua parte, de maneira a causar o mínimo possível de aglomeração e, principalmente, sem estabelecer clima de pânico, de revolta. Todas as pessoas do público-alvo serão vacinadas. Não vai faltar vacina”, disse. 

Prefeitura não pode comprar vacina

Finalmente, explicou o secretário que a Prefeitura não tem como comprar vacina. “Essa é uma questão homologada pelas autoridades de saúde pública. Existe todo um estudo, uma metodologia, que tem de ser respeitada. Não tem como a Prefeitura simplesmente sair no mercado e adquirir as doses. A vacina é distribuída pelo Ministério as Saúde aos estados e estes aos municípios, através das regionais. Todas as cidades da nossa região tiveram o mesmo problema. A informação que temos é de que na quarta-feira chegarão mais doses na Regional de Divinópolis e estas serão repassadas aos municípios. Então, no mais tardar, na quinta-feira, já teremos mais vacina nos nossos locais de vacinação e estaremos atendendo ao público-alvo desta fase que são os idosos e os profissionais da saúde”, concluiu Fernando Meira.

Compartilhe esta notícia


Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217