COVID-19: última semana de julho começa com 12 novos contágios em Itaúna

Por Publicado em:27/07/2020 | Atualizado em:29/11/-0001 89

Hospital tem 17 pacientes internados e a ocupação nos leitos de UTI do SUS é de 87%, restando um leito vago neste setor e mais 4 reservados para convênios e particulares

Como na semana anterior, o primeiro boletim do comitê de enfrentamento ao novo coronavírus de Itaúna começa a semana com 12 novos casos de contágio. São 6 homens e 6 mulheres.
Os homens têm idades de 53, 51, 45, 30, 25 e 25 anos, novamente. As mulheres com testes positivos têm 59, 51, 47, 44, 32 e 15 anos.
O número de notificações por suspeita de contágio (aquelas pessoas que apresentam sintomas mas ainda não fizeram o teste, mas devem fazer isolamento por 14 dias) está bem próximo de 2 mil: já são 1973 notificações. Deste total, 1.327 pessoas já passaram pelo período de isolamento.

Dos 223 pacientes com resultados positivos para o teste da Covid, em Itaúna, até o momento, 188 são considerados recuperados.
Essa situação de “recuperados”, apontado até como “curados” por algumas pessoas, mesmo sem confirmação científica, não é um sinal de que a pessoa pode sair por aí, sem proteção, como se não corresse mais qualquer risco.

Mesmo que se consiga confirmar que a pessoa está imune à doença, após a primeira contaminação, há ainda o risco de ela transmitir o vírus para aquelas pessoas que ainda não foram contaminadas, pois ela pode ser condutora e assim transmitir o novo coronavírus, pelo toque, levando em suas roupas, por exemplo.
Por isso é muito importante não entrar no clima de “oba-oba”, alertam os especialistas.

Hospital tem 17 pacientes internados, 7 deles no CTI

A importância de divulgar os números dos contaminados, assim como da situação do Hospital em relação ao setor reservado para o tratamento da Covid-19 é para que as pessoas saibam os riscos que estão correndo.
Assim, se os leitos do SUS estão todos ocupados, é preciso que o cidadão entenda que vai ter que contar com a Central de Leitos do Estado para conseguir uma vaga, caso precise, ou arcar com os custos de um leito de UTI, que não é barato.

Portanto, é um indicativo para que as pessoas evitem o contágio, sendo assim um serviço público que a imprensa presta ao cidadão.
Nesta segunda-feira, o Hospital Manoel Gonçalves conta com 17 pacientes internados para tratamento da Covid.
Destes 17 pacientes, 7 estão no CTI. Cinco desses pacientes são itaunenses e 2 de outras cidades.

Em Itaúna, no Hospital, são 8 leitos de UTI habilitados pelo SUS, assim resta um desses leitos desocupado.
Se duas pessoas precisarem, ao mesmo tempo, de leito de UTI, uma delas vai ter que contar com a ajuda da Central de Leitos, como dissemos, ou arcar com os custos do leito particular, ou de convênio.

No Hospital Manoel Gonçalves têm mais 4 leitos de UTI reservados a pacientes com Covid, além dos 8 habilitados pelo SUS. Estes 4 são reservados para convênios ou para particulares.

Na Enfermaria da Covid estão 10 pacientes: 8 pessoas de Itaúna e mais 2 de outras cidades.
Hoje foram informadas 3 altas de pacientes, todos eles de Itaúna.



Compartilhe esta notícia


Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217