Coluna do Atlético

O Galo começou bem o mês de setembro/19 no Brasileirão. Começou perdendo para o timão por 1X0, num presente dado pelo goleiro Cleiton aos 109 anos do Corinthians Paulista. Só mesmo o tempo vai dar experiência ao jovem “frangueiro”, que, querendo sair jogando aos 43 do segundo-tempo, fez a besteira. Não vamos crucificá-lo totalmente, pois fez inúmeras defesas importantes na partida. Na verdade, o Atlético jogou bem de igual para igual com o adversário, tendo tido muitas chances de marcar, chances essas que foram paradas pelo Frankenstein. Digo, pelo Cássio, goleiro do alvinegro paulista.


Quanto ao Cleiton, se não fosse a falha gritante no gol paulista, receberia um 09, mas que vou virar de cabeça para baixo, 6; Patric, esteve razoável, leva uma nota 6; Igor Rabelo, foi bem, 7; Rever, no mesmo ritmo do companheiro de zaga, 7; Fábio Santos, regular, 6; Jair, foi bem sem ser brilhante, 7; Elias, outro que foi de regular para bom, 6; Cazares, pouco produtivo, leva uma nota 6; Vinícius, bons chutes de fora da área e só, 7; Ricardo Oliveira, muito isolado no ataque, 6; Chará, também não passou de uma nota 6. As modificações não merecem nota pois não mudaram a criação galista.


Neste final de semana, no Rio de Janeiro, teremos outra possível derrota para o Botafogo, e com isso cairemos quase para a 10ª posição, lugar que calculei lá no início do campeonato que fiaríamos e que está chegando com três derrotas seguidas.


Amanhã, 07/09, comemora-se a Independência do Brasil, que completa 197 anos. Salmo 4,9: “Apenas me deito, logo adormeço em paz, porque a segurança de meu repouso vem de vós, ó Senhor”.

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Sexta, 06 Setembro 2019 14:31

Compartilhe esta notícia