Coluna Cruzeiro

Por Publicado em:29/11/2019 | Atualizado em:29/11/2019 177

O Cruzeiro chegou ao fundo do poço e conseguiu descer um pouco mais. É impressionante a fase negativa que o Cruzeiro atravessa, nada dá certo, parece que até os jogadores mais experientes não estão aguentando a pressão. No final de semana fomos a Santos e fomos goleados! A derrota era esperada, até por causa da fase que os dois times atravessam, já diziam isso, além do mais, perder para o Santos na Vila é um resultado “normal”. O que não foi normal foi o placar 4X1 e, para piorar, o melhor jogador em campo foi o Fábio, isso dá uma noção da tragédia que o Cruzeiro vive atualmente. Esse é um jogo para ser esquecido completamente! Mas, mesmo com a nossa derrota, as coisas “ainda” tinham um certo controle em função dos resultados negativos dos concorrentes, mas como as tragédias não param, veio o meio de semana e aconteceu o que nem o mais pessimista dos cruzeirenses esperava: a derrota para o CSA. Esse resultado foi a gota d’água, foi um passo largo rumo ao rebaixamento. Se antes o Cruzeiro dependia só de si para escapar da degola, agora, além de ter que fazer o “dever de casa”, ainda tem de torcer contra o Ceará. A situação é totalmente desesperadora, com essa derrota o Abel deixou o comando da equipe. É claro que ele tem a sua parcela de culpa, mas a maior culpa por essa tragédia é dos jogadores! Agindo na base do desespero, o Cruzeiro dispensou o Abel e trouxe o Adilson Batista. Na situação que o Cruzeiro está, qualquer ajuda é bem-vinda. Quem sabe o Adilson não consiga um milagre... Saudações Celestes.

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Sexta, 29 Novembro 2019 17:54

Compartilhe esta notícia