Cláudio Lysias

Cláudio Lysias

Para a turma do Vinil

Outubro 24, 2020

UM CAPRICHO DOS DEUSES

Setembro 25, 2020

A Reunião

Setembro 19, 2020

E não sobrou nenhum

Agosto 07, 2020

Uma ilha. Dez convidados.  Ninguém se conhece. Não conhecem o anfitrião. O anfitrião conhece  a todos.

Cortina de fumaça

Março 27, 2020

Os romances de suspense têm tomado conta do cenário editorial e são uma epidemia. Sempre de ritmo muito rápido, se caracterizam pela ação ininterrupta, cheio de reviravoltas. É o tipo de livro fadado ao sucesso nos dias atuais, porque estamos numa sociedade acelerada pela mídia e informatização. Daí impossível levar uma vida lenta e vagarosa. Sandra Brown é uma autora de renome, tem inúmeros títulos publicados, sempre misturando ação, romance e intriga em medidas bem temperadas.
Li este livro em poucos dias e poderia tê-lo lido em três dias caso tivesse tempo para ficar por conta. O que mais encanta na narrativa é o estilo cinematográfico. Sim, é como se fosse um roteiro para televisão ou cinema.

Cortina de Fumaça é um romance em que muitas escaramuças acontecem e sempre para encobrir atos criminosos, mas incriminando outros. De fato, nunca quem está sob os holofotes é o indivíduo que praticou os crimes, mas acaba passando a imagem de que os cometera. A mídia televisiva expõe as pessoas e, por mais que elas se defendam, ainda para o público em geral são os culpados. Condenados, assim, pela opinião pública, acabam catapultados de sua vida e definitivamente destruídos.

Britt há tempos atrás era apenas uma repórter desconhecida até que a oportunidade sorriu para ela e jogou no seu colo, a reportagem de sua vida, o incêndio na delegacia e mais recentemente o escândalo que envolvia Raley, um bombeiro que estava noivo e havia sido flagrado com Susie Monroe, não fosse o fato de ela ter sido encontrada morta ao seu lado após uma farra que durou a noite toda na casa de seu amigo inseparável, Jay Burgges, um dos heróis do incêndio, uma simples escapadela não seria um escândalo capaz de fazer desmoronar seu mundo.
Os jornais não falavam de outra coisa e Britt caiu em cima como uma leoa faminta, cobriu todos os fatos, entrevistou todo mundo e logo ela era uma celebridade, não estas instantâneas, mas permanente, sempre que aparecia na telinha todos se assentavam, porque lá vem mais uma bomba da Britt.

Falando em Jay Burgges, ele realmente conseguiu, o garanhão, convenceu Britt Shelley a encontrá-lo no Bar The Weelhouse, tiveram um romance em épocas passadas quando o conheceu após o incêndio da delegacia em que ele saíra como herói porque conseguiu juntamente com George Macgowan, Pat Whikhan, Cobb Fordyce salvar inúmeras vidas e óbvio, ela fora a repórter que cobriu todo o evento. Por fim foram notícia em todos telejornais americanos, mas o romance durou pouco porque o Jay não era o tipo de homem de uma mulher só.
Agora Jay quer fazer confidências, diz que tem um furo de reportagem que vai alavancar a carreira de Britt e quer também lhe falar sobre os resultados dos exames que fez. Quando ela chega ao bar, Jay já estava alto, tinha tomado muito uísque e foi logo pedindo o vinho que Britt costumava beber. O som ambiente associado ao burburinho do falatório dos frequentadores não permitia uma conversa audível, isso sem se falar que o vinho não lhe caíra muito bem, pois ficara com a cabeça pesada e já estava meio sonolenta. Resolveram, então, ir até a casa de Jay para terem maior privacidade, além de poder contar-lhe um segredo que tanto o amargurava.

Quem diria, Britt Shelley, repórter centrada, verdadeira celebridade do jornal local, ser encontrada completamente nua na cama de Jay Burgges. Bem, não é assim tão estranho, se pensarmos o que já rolou entre eles no passado, um romance no qual todos apostaram que iria terminar em casamento, mas não terminou, não é? O problema é que ela sabia vagamente como tinha ido parar ali no apartamento do Jay na noite anterior, mas não na cama dele, e ele estava ali apagadão, então o melhor era sair de mansinho, se lembrando dos tempos de faculdade, passarela da vergonha, de pé em pé, recolhendo as peças de baixo e sapato, sem fazer barulho, que é para não o acordar e vê-la naquele estado.
Saibam que este é só o começo. Leitor, você não imagina o que está por vir. Prepare-se para a montanha russa de emoções e fatos surpreendentes até o final incomum.

Página 1 de 2

Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217