TRABALHO EM CONJUNTO - Mostra anual do projeto Usina de Sonhos

Por Publicado em:29/11/2019 | Atualizado em:29/11/2019 300

A Associação Cultural Projeto Usina de Sonhos convida os pais, familiares e amigos, além da população em geral, para conferir mais uma vez o resultado do trabalho realizado pela instituição ao longo do ano. Pela 16ª vez, a associação apresenta o projeto “Usina da Música”, um espetáculo musical produzido por Bel de Abreu através da Lei de Incentivo Fiscal à Cultura do Estado de Minas Gerais, com patrocínio da Cia. Tecidos Santanense (Grupo Coteminas) e SSB Energia Renovável (Grupo Bignotto). 

O “Usina da Música” acontece neste sábado, 30, às 20h, no Teatro Sílvio de Matos, com entrada gratuita. Na ocasião, os alunos das oficinas de canto, teclado, violino e violão sobem ao palco para uma apresentação sob a direção artística de Guilherme Guimarães, João César Pimentel, Juliana Lima e Lúcio Guimarães. Haverá ainda apresentações de teclado, do Coral Infantojuvenil e da Orquestra de Violinos e Violões.  

O repertório é variado, com música erudita e popular brasileira, e mostra parte de todo o trabalho que foi desenvolvido pela equipe e alunos durante o ano de 2019. Além dos integrantes do projeto em Itaúna, o “Usina de Música” vai contar também com a participação especial de alunos de violão de Itatiaiuçu, do professor Lúcio Guimarães. 

Sucesso na Praça 

As ações culturais desenvolvidas na Usina de Sonhos também foram levadas até o público no último dia 23 de novembro, no evento “Muita Arte na Praça”, realizado na Praça Dr. Augusto Gonçalves. 

O evento contou com a participação dos alunos da associação, com música, artes plásticas, artesanato, teatro, fotografia e muito mais. Além de apresentações gratuitas para o público com o grupo “Luna Flamenca”, de Belo Horizonte, o Coral Querubins, de Itaúna, e o Grupo Zabum, com os músicos Guilherme Guimarães e Ralfe Souza. 

“Tudo correu como o planejado, como em outras edições, com uma estrutura de qualidade e atrações que agradaram todos os gostos. Uma oportunidade ímpar para aqueles que não têm acesso à cultura e puderam conhecer este universo tão rico”, afirmou Bel de Abreu, coordenadora da Usina de Sonhos.

Última modificação em Sexta, 29 Novembro 2019 16:43

Compartilhe esta notícia