Deu no que Deu fora do carnaval em 2020

Por Publicado em:24/01/2020 | Atualizado em:24/01/2020 431

Após 5 anos na avenida, bloco suspende participação devido a divergência de ideais com outros grupos e formato da festa

“Com o enredo ‘Energia Mega Mega do bem só aqui tem!!! Vokereee!!!’, o bloco Deu no que Deu está fora do desfile de carnaval de Itaúna em 2020”. Esta foi a afirmação que um dos fundadores e dirigente do grupo fez à FOLHA na última quinta-feira, 23. Segundo Manuel da Zinha, depois de cinco anos de participação na folia na Avenida Jove Soares, o Deu no que Deu optou por se retirar temporariamente da festa, apesar de ter se inscrito dentro do prazo estabelecido, e o motivo seriam divergências com outras agremiações na cidade e o atual formato da festa.

Em entrevista ao jornal, Manuel da Zinha relembrou a retomada do carnaval no município e explicou os motivos que levaram à decisão. “Quando o bloco foi criado, o carnaval em Itaúna era fraco e em Belo Horizonte não existia. Então Itaúna começou a tomar proporção melhor. Porém, há cerca de 3 anos, já com o sucesso do carnaval na cidade consolidado, a administração municipal, almejando um caminho positivo, colocou em poder dos blocos a organização do evento, com a justificativa de que ninguém melhor do que quem faz a festa acontecer também direcionar o melhor caminho. Assim, a prefeitura ficou com a infraestrutura total da avenida (banheiros, segurança, sonorização e iluminação) para o desfile acontecer e os blocos usufruírem”, afirmou Manuel.

Porém, de acordo com o dirigente do Deu no que Deu, “alguns blocos se uniram, deixando de valorizar o principal, a festa, para dar maior importância a interesses particulares”. Manuel da Zinha continuou explicando que “desta forma, desencadeou uma desmobilização geral da população para com o evento”, o que foi agravado pela “evasão considerável e progressiva a cada ano para o carnaval de BH”.

Diante disso, “o Bloco Deu no que Deu, não compactuando com as ideias apresentadas por este grupo de blocos, decidiu não participar do desfile de 2020, prometendo a todos que amam o carnaval um modelo e um formato megasurpreendentes para 2021”, garantiu Manuel.

Futuro incerto no Vem que Vem

Como afirmado pela Gerência Superior de Cultura na última semana, o bloco Vem que Vem ainda não confirmou sua participação no desfile. Em conversa pelo telefone com a FOLHA também no dia 23 de janeiro, integrantes afirmaram que o futuro ainda é incerto.
“Surgiu uma proposta da prefeitura que, se for acontecer, a gente estará dentro. Mas, se der algo negativo na próxima semana, vamos sair. O que estão fazendo é estudar a hipótese de uma empresa assumir parte do circuito e oferecer benefícios para os blocos”, explicou o porta voz.

Última modificação em Sexta, 24 Janeiro 2020 16:38

Compartilhe esta notícia