Mapa cultural de Itaúna

Por Publicado em:05/07/2019 | Atualizado em:05/07/2019 1005

Arquivo registra agentes e edificações histórico-culturais da cidade, além dos artistas locais e o trabalho dos mesmos

Foi disponibilizado na internet o projeto piloto do Mapa da Diversidade Cultural de Itaúna, que reúne as manifestações e espaços culturais e artistas itaunenses, assim como o trabalho realizado pelos mesmos, literalmente em um mapa da cidade, indicando a localização de 73 práticas culturais até o momento.

O projeto, realizado por voluntários no Centro da Juventude (foto), liderados pelo Observatório da Diversidade Cultural – ODC de Belo Horizonte, foi feito através do curso gratuito Mapeamento da Diversidade Cultural, oferecido pelo ODC em parceria com o Instituto Usiminas, e patrocinado pela Usiminas por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

O curso reuniu dez jovens e teve 60 horas de duração. O foco foi o desenvolvimento de pesquisas e o posterior mapeamento da realidade sociocultural local, passando por exercícios teóricos e práticos, com entrevistas e filmagem e fotografia de conteúdo.
A expectativa é que mais de 300 agentes e edificações histórico-culturais e artistas itaunenses sejam incluídos no mapa em uma segunda etapa. Até o momento, no site www.mapadadiversidade.com.br/itauna, é possível conferir os primeiros cadastrados, nas categorias Arte educador/Educador social, Comunicação e Mídia, Culturas étnicas, tradicionais e populares, Equipamentos, Festividades, Gastronomia, Linguagens, Artísticas, Memória, patrimônio e história local, Práticas da mente e do corpo, Práticas Socioambientais, Práticas Sociocultural e Produtor ou Gestor Cultural.
Mais do que registrar, o Mapa da Diversidade Cultural promove a visibilidade de práticas, lugares e talentos que existem na cidade. “O trabalho tem como objetivo permitir que as pessoas se apropriem de metodologia para reconhecimento dessas ações e movimentos, e aprendam a desenvolver o registro delas em plataformas georreferenciais”, explicou o coordenador do ODC, José Márcio Barros.

Última modificação em Sexta, 05 Julho 2019 15:18

Compartilhe esta notícia