Marlene Joias

PREVENÇÃO - Cebloc é ação indicada contra roubos e furtos de celulares

Por Publicado em:25/10/2019 | Atualizado em:25/10/2019 518

Aplicativo faz o bloqueio do aparelho e bandidos ficam sem poder negociar produto do crime

Ao registrar uma ocorrência de roubo ou furto de aparelhos celulares, as vítimas devem solicitar o bloqueio deste aparelho por meio do sistema criado pela Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais, o Cebloc, em parceria com a ANATEL. Desta forma o aparelho estará bloqueado e perderá o valor para uma futura negociação dos bandidos com os atravessadores. Nas cidades de Itaúna e Itatiaiuçu, a Polícia Militar “está assumindo este papel em auxílio à comunidade e fazendo a solicitação do bloqueio do aparelho”, conforme afirmação do major Alexandre Barboza, comandante da 51ª Cia. PM de Itaúna. 

Para fazer o bloqueio, em até 48 horas após o registro do Boletim de Ocorrência, é necessário acessar o site cbloc.segurança.mg.gov.br, sendo obrigatório a apresentação dos seguintes documentos: CPF/CNPJ do solicitante, data e hora do ocorrido, REDS/BO, cidade/estado, e o fabricante do aparelho. Caso o reclamante tenha a Nota Fiscal e o modelo do aparelho, estes devem ser acrescentados à solicitação. 

Após feito o registro do pedido de bloqueio, a confirmação será feita por e-mail para o solicitante/vítima. Par fazer o desbloqueio do aparelho, nos casos de recuperação, é necessária a apresentação do termo de restituição do aparelho, que é emitido pela Polícia Civil. De posse deste termo, o interessado deve se dirigir ao quartel da PM, para fazer a solicitação. É importante saber que o Cebloc só pode ser utilizado nos casos de furto ou roubo do aparelho, não sendo possível o bloqueio para casos de desaparecimento e ou perda.

Última modificação em Sexta, 25 Outubro 2019 14:56

Compartilhe esta notícia