AGORA VAI...DPVAT mais barato, de novo

Por Publicado em:10/01/2020 | Atualizado em:10/01/2020 163

Mais uma mudança sobre o pagamento do DPVAT (o seguro obrigatório), que é cobrado aos proprietários de veículos automotores do Brasil. Primeiro veio o anúncio do presidente, após um desentendimento com seu ex-correligionário do PSL, Bivar, que é sócio da principal empresa que arrecada com o DPVAT: a cobrança deixaria de existir, segundo o presidente. Depois veio a informação de que a Justiça havia decidido pela cobrança, derrubando a medida de Bolsonaro.

Conforme divulgação na imprensa, a cobrança seria feita com desconto de 68% carros e táxis e de 86% para motos, conforme previsto na legislação. Mas uma decisão do ministro Dias Tóffoli suspendeu o desconto. Algumas pessoas já haviam feito o pagamento do DPVAT deste ano sem o desconto e na manhã de quinta-feira, 9, nova decisão do mesmo ministro retornou com o desconto. Ainda não está decidido como será feita a restituição a essas pessoas que já quitaram o DPVAT de 2020, o que deverá ser informado nos próximos dias.

Assim, até o momento, está valendo o preço com desconto, sendo de R$ 5,21 para carros de passeio e táxis e R$ 12,25 para motos. A tabela com todos os valores para os vários tipos de veículos é a seguinte:

- Automóvel, táxi e carro de aluguel: R$ 5,23 - redução de 68%; era R$ 16,21 em 2019;
- Ciclomotores: R$ 5,67 - redução de 71%; era R$ 19,65 em 2019;
- Caminhões: R$ 5,78 - redução de 65,4%; era de R$ 16,77 em 2019;
- Ônibus e micro-ônibus (sem frete): R$ 8,11 - redução de 67,3%; era de R$ 25,08 em 2019;
- Ônibus e micro-ônibus (com frete): R$ 10,57 - redução de 72,1%; era de R$ 37,90 em 2019
- Motos: R$ 12,30 - redução foi de 86%; era de R$ 84,58 em 2019.

Última modificação em Sexta, 10 Janeiro 2020 16:48

Compartilhe esta notícia