PREVENÇÃO - Cidades da região em “Estado de Emergência”

Por Publicado em:31/01/2020 | Atualizado em:31/01/2020 362

Com as fortes chuvas que têm caído em todo o Estado de Minas Gerais, têm ocorrido alagamentos, enchentes, desmoronamentos e uma série de outros eventos que exigem das autoridades ação preventiva, além do trabalho de socorro e recuperação do patrimônio e da estrutura destruídos. Na região Centro-Oeste as polícias Militar e Civil se uniram aos Bombeiros Militares, Defesa Civil e administrações municipais em trabalho incansável nos últimos dias, em combate aos efeitos e, principalmente, em ações preventivas visando minimizar os danos.

Em Minas, até a manhã de quarta-feira, 29, 101 municípios já estavam com o Estado de Emergência reconhecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Regional – MDR, o que ajuda, inclusive, na liberação de recursos para a reconstrução da estrutura destruída nestas cidades. Dentre as cidades próximas a Itaúna, se encontram nestas condições Crucilândia, Igaratinga, Itapecerica, Juatuba, Oliveira, Betim, Brumadinho, Contagem, Ibirité e Mateus Leme.

Autoridades realizaram reunião em Itaúna

Na segunda-feira, 23, no período da tarde, foi realizada reunião em Itaúna com a participação de representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, SAAE, Secretarias de Saúde, Educação, Regulação Urbana, Desenvolvimento Social e Infraestrutura, para elaborar um programa de plantão para atendimento à cidade no período das chuvas. O encontro foi motivado, conforme informações das autoridades, principalmente devido ao alerta de temporais nos dias que se seguiram e também para que fossem ajustadas as medidas a serem tomadas.

O volume das chuvas chegou a assustar a população, com a necessidade de abertura de comportas da Barragem do Benfica para esvaziamento da “caixa” do reservatório, porém felizmente não ocorreram casos mais graves. Em alguns pontos o Rio São João saiu do seu leito e em alguns pontos da cidade sofreram com alagamentos. O principal problema anotado tem sido os estragos nas ruas, com muitos buracos mas, conforme o secretário de Infraestrutura da Prefeitura, Rosse Andrade, estão sendo realizados trabalhos de limpeza e tapa-buracos em pontos mais críticos.

“A operação tapa-buracos, para atender a toda a cidade deverá ser realizada assim que ocorrer a estiagem”, informou. As chuvas estão previstas ainda para toda a primeira quinzena de fevereiro, pelo menos.

Última modificação em Sexta, 31 Janeiro 2020 17:34

Compartilhe esta notícia


Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217