Exclusivos COVID - Regional desmobiliza 20 leitos na região

Por Publicado em:23/07/2021 | Atualizado em:29/11/-0001 117
Exclusivos COVID - Regional desmobiliza 20 leitos na região Foto: Arquivo/FOLHA

Sem pacientes aguardando leitos de UTI na região, 61 unidades são direcionadas a outros atendimentos

A Regional de Saúde de Divinópolis, que gerencia o serviço de saúde do Estado na região, informou nesta semana que, com a redução nos índices de ocupação de leitos de UTI no Centro-Oeste destinados a atendimento da Covid-19, vários leitos de UTI e Enfermaria serão desmobilizados. Com isso, eles passam a atender a pacientes de outras doenças. Conforme a divulgação, “ao todo foram desmobilizados 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 41 de enfermaria para atendimento Covid na macrorregião Oeste”.
Explicou ainda a Regional que estes leitos já eram estruturas existentes e que, com agravamento da pandemia, em março de 2020, foram direcionados para atendimento Covid. Completa que “com a redução no número de internações verificado nas últimas semanas, eles voltam a ser direcionados para outras clínicas”. Assim a região Oeste agora conta com 187 leitos de UTI exclusivos para Covid e outros 309 de enfermaria.
Explicou ainda a direção da Regional de Saúde que “a taxa de ocupação da Macrorregião Oeste na data de 20 de julho estava em 59,89% de UTI e 48% de enfermaria e não havia pacientes aguardando leitos”. A relação de leitos e instituições onde ocorrem as alterações é a seguinte: Hospital São Luiz, em Formiga: 7 leitos de UTI; Santa Casa, em Campo Belo: 3 leitos de UTI; Hospital São Carlos, em Lagoa da Prata: 10 leitos de UTI; Santa Casa, em Itaguara: 6 leitos de enfermaria; Santa Casa de Misericórdia, em Itapecerica: 5 leitos de enfermaria; Hospital Carlos Chagas, em Candeias: 10 leitos de enfermaria; Hospital Municipal, em Santo Antônio de Cristais: 10 leitos de enfermaria; Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Luz: 10 leitos de enfermaria.

Compartilhe esta notícia