CONCORRÊNCIA ACIRRADA - Itaúna tem “só” 199 opositores a serem ultrapassados

Por Publicado em:07/01/2022 | Atualizado em:29/11/-0001 129
CONCORRÊNCIA ACIRRADA - Itaúna tem “só” 199 opositores a serem ultrapassados Foto: Diário do Comércio/Coluna SINDIJORI

Disputa pela fábrica da Heineken colocou 200 municípios “com possibilidades”

Área não vai ser problema, pois Itaúna colocou três opções à disposição, todas elas atendendo à questão do curso d´água com a vazão solicitada pela fabricante de cervejas. Mão de obra também não será empecilho, visto que a outra cervejaria instalada em Juatuba conta com grande parte da sua mão de obra formada com itaunenses, o que coloca a cidade, inclusive, em vantagem com a experiência já adquirida. Estrutura urbana também é um outro quesito em que Itaúna não fica atrás das demais cidades mineiras, está, inclusive, à frente da maioria delas.

Energia elétrica, pelo que se sabe, está disponível em quantidade suficiente para suprir a demanda. Itaúna conta com distribuição de água eficiente, captação de esgoto em toda a área urbana, serviço de telefonia fixa e móvel de qualidade, sinal de internet de qualidade, transporte público, coleta de lixo, rede de unidades de saúde, vagas nas escolas... enfim, Itaúna é uma cidade que oferece todas as condições a quem deseja morar com qualidade de vida.

Outro setor em que o município de Itaúna se destaca é em relação à sua localização estratégica, permitindo acesso a todo o País, sem entraves. Além da rede ferroviária que corta o município, servido diretamente pela rodovia MG-050, que dá acesso à capital do Estado, Belo Horizonte, e ao interior paulista, na região de Franca. Também é cortada pela MG 431, que dá acesso a pouco mais de 20 km, tanto em um sentido como em outro, às BRs 262 e 381, A primeira dá acesso à região do triângulo, ao estado de Goiás e, por consequência, Brasília, a Capital Federal. Já a 381 liga a região à capital em um sentido e a São Paulo, maior centro consumidor do País, em outro.

Fé nas potencialidades

Por esses motivos e pelo trabalho que vem sendo realizado nos bastidores é que, na última edição do ano de 2021, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itaúna, Diógenes Vilela, falou do otimismo em relação às chances de Itaúna ser o município escolhido pela direção da Heineken para instalar a sua nova fábrica. Conforme disse o secretário à época, “as expectativas são as melhores possíveis. Agora só depende deles (direção da Heineken), pois existem várias propostas de atração e vão analisar a que melhor atende a eles”.

E é aí que surgem os problemas. Nada menos do que 200 municípios se candidataram a receber a fábrica que, com certeza, representa um ganho muito importante em geração de emprego, renda e desenvolvimento para qualquer cidade. É o que informa a coluna diária do Sindijori, publicada nos jornais afiliados ao sindicato. Segundo a informação, “a companhia se comprometeu com o governo estadual a manter o aporte em Minas Gerais e avalia minuciosamente as condições dos municípios que se candidataram”.

E acrescenta a notinha, reduzindo a expectativa em número de municípios, que “a expectativa é de que um novo local seja anunciado até o próximo mês. Interlocutores das negociações apostam na construção da planta na própria região metropolitana de BH ou no Triângulo Mineiro”. A informação foi extraída do “Diário do Comércio – Belo Horizonte”. Itaúna não está fora, pois pertence ao chamado “Colar Metropolitano”, o que a coloca praticamente na RMBH, lembram os mais otimistas. Que seja assim.

Compartilhe esta notícia