UNIÃO CONTRA O CRIME - Ladrões de cargas são presos em ação conjunta das polícias

Por Publicado em:19/06/2020 | Atualizado em:19/06/2020 205

Criminosos agem em todo o País e têm ramificações na região Centro-Oeste de Minas

Ação envolvendo as polícias civis de Minas Gerais (PCMG) e de Goiás (PCGO) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada nos dias 16 e 17 (terça-feira e quarta-feira), em vários pontos do País, culminou com a prisão de dez pessoas e apreensão de veículos. As ações “De Grão em Grão” (2ª fase) e “Passalongo” foram deflagradas para desbaratar organizações criminosas que agem no País, com foco nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Goiás, para o roubo e desvio de cargas, especialmente de grãos. Os primeiros levantamentos apontam para prejuízo superior a R$ 15 milhões com os crimes praticados pelas pessoas presas nesta semana.

Conforme a divulgação da PCMG, a maior parte dos investigados foi localizada na região do Triângulo Mineiro. Foram recolhidos quatro veículos de carga, quatro carros e duas armas de fogo, além dos elementos presos. As investigações apontam para mais de 100 desvios de cargas nos últimos meses, principalmente nas regiões do Triângulo Mineiro, São Paulo e Goiás. Desse total, ainda segundo a divulgação, cerca de 60 ações dos bandidos foram relacionadas a desvio de cargas de grãos.

Modo de atuação dos criminosos

Conforme o delegado Marcos Pimenta, titular da Delegacia Regional em Passos, “a ação criminosa ocorria da seguinte forma: um motorista que fazia parte da organização era contratado pela vítima para realizar o frete da carga. Em certo ponto da rota, outro motorista, também pertencente ao grupo, trocava de lugar com o primeiro e a carga era desviada e entregue ao receptador”. E continuou informando que, após constatar a entrega do carregamento no local indicado pela quadrilha, o primeiro motorista registrava uma ocorrência de roubo da carga. E para dificultar as investigações, as ocorrências eram registradas em locais diversos de onde havia ocorrido o desvio das mercadorias.

Pistas encontradas

Um dos roubos, quando foi constatado o desvio de 30 toneladas de soja na cidade de Delfinópolis, no Sul de Minas, em ação da primeira fase da operação “De Grão em Grão”, ajudou na descoberta dos bandidos. Na ocasião a carga foi despejada em um silo na cidade de Bambuí, Centro-Oeste mineiro, possibilitando a prisão de um empresário e de um motorista. Com as informações levantadas na ocasião, foram reunidas pistas da operação dos bandidos em vários locais do País.
Ainda segundo as informações da PCMG, foram constatadas participações de motoristas dos estados do Mato Grosso, Paraná, Tocantins e Pará. Dentre os receptadores destacaram-se os atuantes na região de Bambuí (MG) e Formiga (MG), ambas cidades da região Centro-Oeste de Minas, responsáveis por receberem a maioria das cargas de grãos desviadas.


Integração das polícias

As investigações ocorreram de forma conjunta entre as Delegacias Especializadas em Investigação de Furto, Roubo e Desvio de Cargas da PCMG e da PCGO, as Delegacias Regionais em Passos e Formiga, os Departamentos de Polícia Civil em Uberaba e Uberlândia, além da Polícia Rodoviária Federal. Nessas operações, houve, ainda, o apoio da Polícia Civil de São Paulo. No total, quase 190 policiais colaboraram nos trabalhos da “De Grão em Grão” (fase 2) e “Passolongo”.

Última modificação em Sexta, 19 Junho 2020 16:41

Compartilhe esta notícia


Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217