Ladrões levam cofre com R$ 10 mil e TVs de residência

Por Publicado em:05/07/2019 | Atualizado em:05/07/2019 393

Bandidos utilizando um carro estacionaram em frente a uma residência e levaram o cofre e televisores. As imagens do sistema de segurança, que registrou toda ação na casa localizada no Bairro de Lourdes, estão circulando pelas redes sociais e mostram a tranquilidade dos autores enquanto retiravam os pertences do local. Os vizinhos que presenciaram a ação dos bandidos, que aconteceu no início da manhã da quarta-feira, dia 3, acharam que os aparelhos roubados estavam sendo levados para manutenção e por isso não acionaram a Polícia Militar.

Os policiais só foram acionados por volta das 10h30, quando a vítima, um homem de 39 anos, chegou a sua casa e percebeu que o portão de acesso estava aberto. Ao entrar viu que faltavam três televisores e que a porta de seu quarto havia sido arrombada. No quarto também foi verificado que os ladrões levaram um cofre. Ainda de acordo com a vítima, pela manhã os outros moradores da casa saíram para trabalhar e quando a ação aconteceu provavelmente não tinha ninguém no local. A casa fica na Rua Aristides Moreira, também conhecida como “Rua 15”.

Conforme depoimentos dos vizinhos, os ladrões estavam em um Gol, popularmente conhecido como “Gol Quadrado”, e, enquanto o motorista o manobrava na rua, os comparsas entraram na casa e retiravam os pertences tranquilamente, sem levantar qualquer suspeita dos vizinhos, que alegaram ter “pensado” que os pertences estariam sendo levados para manutenção. Foi observado que o veículo não tinha a placa da frente e a de trás estava tampada com uma lona. Os dois homens, que aparecem carregando os pertences, trajavam blusa azul, calça jeans e boné. O outro vestia blusa listrada rosa com marrom, calça jeans e boné.

Foram levados 3 televisores: 1 da marca Samsung LCD de 42”; 1 da marca Philco LCD de 39”; e o outro, Semp Toshiba LCD de 43”. Além do cofre que estava no quarto que teve a porta arrombada. Dentro do cofre, segundo a vítima, havia aproximadamente R$ 10 mil. Os militares realizaram várias diligências na região, mas até o momento ninguém foi preso.

Última modificação em Sexta, 05 Julho 2019 17:25

Compartilhe esta notícia