Extinção de vagas da saúde é (re)aprovada

Por Publicado em:20/03/2020 | Atualizado em:20/03/2020 168

Vereadores reprovam, pedem para voltar projeto e aprovam no vai e vem de três dias

O projeto mais polêmico que chegou à Câmara neste início de 2020 não conseguiu aprovação dos edis em uma reunião. Três dias depois os mesmos vereadores pediram ao prefeito para reenviar o projeto e o aprovaram, na tarde de ontem, sexta-feira, 20. O projeto de Lei Complementar, de autoria do prefeito, estabelecendo “o regime excepcional de emprego público do pessoal da Administração Municipal Direta para atuar exclusivamente em programas governamentais de caráter temporário na área de saúde”, assim foi reprovado e aprovado em apenas três dias.

Segundo a proposta, agora aprovada, serão extintas as vagas do concurso de 2016 para alguns cargos na área da saúde, do Samu e do Plantão 24h. Segundo alguns vereadores, o prefeito estaria impondo a aprovação deste projeto como condição para que decrete a prorrogação do concurso de 2016, na área da educação e de outros setores que têm candidatos aprovados à espera de nomeação. Márcia Cristina disse que “o prefeito fez chantagem e alguns vereadores foram fracos e aceitaram”.

Ela, Joel Arruda e Otacília Barbosa votaram contra. Na reavaliação, Otacília Barbosa apresentou emenda tentando garantir a manutenção das vagas para que “no futuro, o próximo prefeito possa avaliar a questão e até nomear os aprovados”. Também disse que seria uma maneira de a Câmara se preservar já que existem situações em que o STF entende que as vagas têm de ser mantidas, se foram colocadas em concurso. Ao final o projeto foi aprovado e as professoras, que mais uma vez aguardavam o resultado da votação do lado de fora da Câmara, receberam a promessa do vereador Hudson de que “vão ser criadas as vagas das creches para a nomeação”.

Última modificação em Sexta, 20 Março 2020 19:31

Compartilhe esta notícia


Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217