R$ 200 mil neste ano

Por Publicado em:15/12/2018 | Atualizado em:29/11/-0001 172

Mesmo em período de crise, o gasto com diárias no serviço público não pode ser considerado baixo

Mesmo em período de crise, o gasto com diárias no serviço público não pode ser considerado baixo. Nos onze meses deste ano já foram gastos pela Prefeitura e Câmara R$ 183.822,94, ou seja, quase R$ 17 mil por mês. E em alguns casos os valores chamam a atenção à primeira vista. Teve servidor recebendo R$ 12.280 nesses onze meses, o que dá mais de R$ 1.100 ao mês. Outro atingiu o valor de R$ 11.960, e alguns em torno de R$ 9 mil. Perguntado sobre esses casos, o secretário de Administração, Dalton Leandro, explicou que estes valores maiores se referem aos motoristas da área da Saúde. Com a necessidade diária de transporte de pacientes para a realização de tratamentos em outras cidades, os motoristas são muito exigidos e deve ser acrescido o fato de que os mesmos devem ter experiências com o serviço, o que justifica o mesmo motorista ser acionado muitas vezes. Porém, do total gasto com diárias, em ano de enfrentamento de crise – em que o Governo do Estado reteve repasses de verbas para o Município, o que obrigou a Prefeitura a publicar decreto de contenção de gastos, já nos primeiros meses do ano –, a Câmara apresenta gastos difíceis de serem justificados. Do total gasto, R$ 43.707,94 se refere a diárias pagas pelo Legislativo. O valor representa cerca de R$ 195/dia gastos com diárias, calculando-se apenas os dias úteis nestes 11 meses de 2018. A Câmara conta com três veículos para atender à demanda dos vereadores.

Compartilhe esta notícia