INVASÃO DA INTIMIDADE? - Servidora faz denúncia contra vereadora

Por Publicado em:24/07/2020 | Atualizado em:24/07/2020 274

Ana Beghini questiona vazamento de seu contracheque e quer punição exemplar a responsáveis

A reportagem teve acesso a denúncia feita pela servidora municipal Ana Maria Beghini Pércope, ocupando o cargo em comissão de Assessora de Gabinete 1 (ela é servidora aposentada do Município), contra a procuradora e vereadora Otacília Barbosa. O centro da denúncia seria a divulgação do contracheque da servidora, feita pelo ex-assessor da vereadora na Câmara, Thiago Anníbal Ferreira Ribeiro, apontado ainda como cônjuge de Otacília, na denúncia.

Diz a servidora que Thiago Anníbal teria enviado, via WhatsApp, mensagem ao servidor Enerson Antônio Hortenciano, conhecido como “Toninho Salomé”, que é motorista do Legislativo, em que consta cópia do contracheque de Ana Maria Beghini. Por sua vez, o motorista encaminhou cópia (print) da mensagem ao ex-vereador Lacimar Cesário e este ao advogado José Alves Capanema Júnior, que, “como lhe é peculiar, por conta própria”, protocolou denúncia apontando a divulgação não autorizada de contracheque da servidora.

Relata ainda a denúncia outros pormenores que, ao final, estaria causando muitos dissabores à denunciante. Continuando, Ana Beghini informa que registrou ocorrência policial e em seguida protocolou a denúncia contra a vereadora e o ex-assessor. No protocolo da denúncia, feita ao prefeito municipal, Ana Beghini faz as seguintes solicitações: que seja aberto processo administrativo disciplinar, com pedido de exoneração de “todos os envolvidos” na divulgação do contracheque; imediato afastamento da procuradora Otacília Barbosa; notificação e envio de cópia do processo à 34ª Subseção da OAB-Itaúna, ao Conselho de Ética da Câmara, à Mesa da Câmara, e à Promotoria Criminal da Comarca de Itaúna, para apuração e processamento por uma série de crimes apontados no documento.

Finalmente pede a notificação ao Sindserv, caso este deseje fazer a defesa da procuradora, e relata as testemunhas, incluindo as pessoas já citadas mais Thiago Joel E. Damásio, servidor público estadual, e o jornalista Mateus Reis, da Rádio Clube. A reportagem não conseguiu apurar se o processo já foi aberto nem se os acusados foram notificados.

Última modificação em Sexta, 24 Julho 2020 18:08

Compartilhe esta notícia


Warning: preg_match(): Unknown modifier '/' in /home/storage/d/52/6b/folhapovoitauna1/public_html/plugins/system/cache/cache.php on line 217