A VOZ DO POVO

Por Publicado em:07/01/2022 | Atualizado em:29/11/-0001 50

Trevo alagado a cada chuva forte

E se a cidade já tinha vários pontos de alagamento, com o início das obras do trevo no Morro do Engenho, mais um ponto de lamento passou a fazer parte da preocupação de motoristas e pedestres que passam pelo local, após as obras de canalização de água e asfaltamento executadas pela prefeitura, faz 90 dias. A cada chuva forte que cai, a área compreendida entre a Av. Gabriel da Silva Pereira e Avenida Dorinato Lima, com a cesso à Rodovia MG 431, se transforma em um caos. E o problema é maior por ser aquele local o acesso de quem chega ou vai para Itatiaiuçu e os núcleos residenciais da área da barragem, além das muitas empresas instaladas na região. O volume de veículos, tanto de carros quanto caminhões, é muito grande. E com o alagamento no local onde está sendo encaminhada a obra, novos buracos, muito barro e... problemas surgem para quem passa pelo local. Seja a pé, de carro ou até mesmo em carretas.
Não há como não ser afetado pela situação. Mais do que uma reclamação pela situação existente, os reclamantes apontam o problema como motivo para se evitar fazer aquele trajeto, enquanto estiver em obras, para evitar dissabores. “Seguir mais um pouco e entrar na cidade próximo à Rodoviária mais interessante e evita problemas para os carros e aborrecimentos para os motoristas”, disse um reclamante. Fica o registro.

Leiturista sem máscaras

Em momento de aumento de contágios por Covid-19 em todo o país e, logicamente, em Itaúna, os cuidados devem ser retomados para que a nova onda não traga danos maiores à nossa população. E o serviço público deve ser exemplo m atitudes que levem a comunidade a tomar cuidados, para que as campanhas de prevenção possam ter sucesso.
Mas não é o que acontece, por exemplo, no caso de um leiturista da autarquia SAAE, conforme reclamação de leitor, que atua na região do Piedade. Ele fez leitura de hidrômetros de várias residências, no início desta semana, sem usar máscara, um objeto que deve ser de uso obrigatório para os servidores públicos.
Fica o registro para que os servidores sejam instruídos a usar máscaras, até como motivo de exemplo para a comunidade.

Avalie este item
(0 votos)

Compartilhe esta notícia

A Voz do Povo

Espaço reservado para a Comunidade Itaunense.